Comitiva contra Intolerância Religiosa leva Axé para Brasília

Pela primeira vez na história da República do Brasil, a Câmara Federal abre suas portas para a discussão sobre a religiosidade afro-brasileira, na Sessão Solene: Religiões Afro-brasileiras – Tradição e Resistência, que aconteceu no dia 20 de março de 2003, na Câmara Federal, Plenário Ulysses Guimarães, presidida e organizada pelo Deputado Federal Luiz Alberto – PT/BA.

A Sessão Solene além de homenagem às religiões afro-brasileiras, foi também, um protesto contra a seqüência de ataques à liberdade religiosa, que têm como alvo preferencial, os seguidores de variações do candomblé.

“Uma das metas do Deputado Federal Luiz Alberto, com a proposição desta Sessão Solene, é assegurar o direito constitucional de liberdade de culto religioso no Brasil. Segundo o discurso do parlamentar: “Esta sessão tem como propósito especial atuar como um importante e oportuno alerta ao povo do nosso País ao que muitos já sabem: a prática da utilização dos veículos de comunicação, em especial o rádio e a televisão, num claro desvio de suas finalidades prioritárias na condição de agente integrador, substituindo essa missão social por ações sistemáticas de agressões às mais dignas tradições religiosas de base afro-brasileira, afro-indígena, entre outras”.

Segundo informações da assessoria do deputado Luis Alberto, a reunião foi constituída de uma palavra chave – emoções – compartilhadas por autoridades religiosas de várias vertentes, pelo Ministro da Cultura, Gilberto Gil Moreira, pelo Presidente da Fundação Palmares, Ubiratan Castro, por representantes de entidades de movimentos negros brasileiros e pelas centenas de simpatizantes e seguidores dos cultos afro-brasileiros que foram a Brasília especialmente para esta solenidade.

“Alegria, orgulho, solidariedade, sentimentos de luta e confraternização serviram de contraponto ao clima de guerra em que os Estados Unidos da América mergulharam o mundo – contexto citado em vários discursos. O Movimento contra a Intolerância Religiosa, sediado em Salvador, levou cerca de 200 pessoas para esta Sessão Solene e foi um dos responsáveis pelos momentos finais, em que rituais das religiões afro-brasileiras abençoaram o Plenário Ulysses Guimarães. O Deputado Federal Luiz Alberto foi carregado por pessoas que assistiam ao ato, ao final da Sessão Solene.

Representantes de vários pontos do país, estiveram presentes na sessão solene, segundo a lista do deputado Luis Alberto temos os seguintes nomes:

Mesa da Sessão Solene foi composta com as seguintes personalidades: o Ministro da Cultura, Gilberto Gil; Valdina Pinto, Makota (mãe pequena na Nação Angolana) do Terreiro Tanuri Juçara – Salvador-BA; Valnízia Pereira Oliveira (Mãe de Terreiro do Cobre – Bahia; Ialorixá; Célia Gonçalves Sousa (Makota CENARAB – Minas Gerais; Lúcia Maria Cerqueira dos Santos (Iaiá); Luiz Fareggy Alves (Ogã e Presidente Asé Dudú – Distrito Federal).

idNoticia8aEntre os presentes, o Senador Eurípedes Camargo; o Juiz do Trabalho, Laércio Lopes da Silva; o Presidente da Fundação Palmares, Ubiratan Castro de Araújo; o Líder do PT na Câmara de Vereadores de Salvador, Sr. Gilmar Carvalho Santiago; a Vereadora de Olívia Santana (Salvador); o Presidente do Conselho Estadual de Secretários de Saúde do Estado da Bahia, Emanuel da Costa Carvalho; Ivonei Pires, coordenador do Movimento Negro Unificado; Ivair Augusto Alves dos Santos, da Secretaria Especial de Direitos Humanos do Ministério da Justiça; Antonio Bastos de Oliveira, Secretário de Cultura do Município de São Félix (BA); Irade Roberto, Secretário Nacional para Assuntos Externos da Comunidade Baha’i no Brasil; Mameto de Inquise; Mãe Quicasse do Terreiro Banda Lecongo, da cidade de Maragogipe; Alessandro Reis, Coordenador de Educação da UNEGRO; a Mãe Izabel, iyalorixá do Recôncavo, na Bahia; Carmem Cunha Félix, Presidente do Sindicato dos Sociólogos da Bahia; Silvanilton, babalorixá da Casa de Oxumarê; Albertino Nascimento, Secretário de Combate ao Racismo do PT de Salvador; Embaixadora Dulce Maria Pereira; coordenadora da UNEGRO, Sra. Girlene de Jesus Santana; Ivo Fonseca, membro da Coordenação Nacional das Comunidades Remanescentes de Quilombos; representantes da Coordenação Nacional das Entidades Negras – CONEN; Sr. Antonio Bastos de O. Neto, Secretário de Cultura do Município de São Félix (BA); Jaciara Ribeiro dos Santos, Coordenadora do Movimento Contra a Intolerância Religiosa; Nelson Santana, Vereador pelo PT de Salvador; Evanildo Brito, Coordenador da Entidade Comunitária Afro Lemense, de São Paulo; Nilza Martins Lima, Vereadora pelo PT de Barreiras (BA).

Salvador promove Sessão especial da Câmara dos vereadores:

Intolerância Religiosa em Salvador

No dia 28 de março, na Câmara dos Vereadores, a partir das 9 horas, no Plenário Cosme de Farias, acontece a Sessão Especial Intolerância Religiosa em Salvador.

O Movimento contra a Intolerância Religiosa é uma articulação que reúne, semanalmente, integrantes de diversas religiões, como candomblé, católicos, mulçumanos, protestantes, judeus e outros, em Salvador.

Nestas ocasiões, são feitas discussões e planejamento de atividades para o combate à Intolerância Religiosa.

O direito à liberdade religiosa é assegurado através de leis aprovadas e sancionadas, em âmbito federal, estadual e municipal, incluindo-se a Constituição da República Federativa do Brasil.

O local dos encontros é o Centro de Estudos Afro-orientais ( CEAO / UFBA – Universidade Federal da Bahia), todas as terças, às 18 horas. O endereço é Praça XV de Novembro, 17, Terreiro de Jesus. Tel.: 322-6742.

Segmentos Integrantes do Movimento contra a Intolerância Religiosa.

Pessoas do Candomblé, Católicos, Muçulmanos, Baha’ is, Protestantes, Judeus, Espíritas, e outros.

Ogãs tocam na sessão solene na Câmara dos Deputados em Brasília. O Axé continuou na audiência com o presidente Lula e na posse da ministra Matilde Ribeiro no dia 21

< Voltar

Tele-Consulta

para todos os estados

A tele consulta pode ser feita com o jogo de cartas, búzios ou tarot através do telefone, chat ou skype. O pagamento é efetuado através de débito no seu cartão de crédito (Visa, Credicard, Dinners ou American Express) ou por um depósito antecipado à consulta. Nosso sistema é seguro.

Ligue agora:

(51)3320.1250
(51) 98156.9830

para todos os estados
(51) 3320.1250

Pedro de Oxum Docô

Diretor Espiritual

Agende sua consulta com ele:

(51) 99956.3000